Click here to read this text


Essay History Humanities Nonfiction

“Travesti”, “mulher transexual”, “homem trans” e “não binário”: Interseccionalidades de Classe e Geração na Produção de Identidades Políticas

By Mario Carvalho, 2016

Este artigo aborda a construção de identidades políticas no movimento de travestis, mulheres transexuais e homens trans ao longo da última década no Brasil. Reúno diferentes materiais etnográficos a fim de localizar as transformações em tais construções, principalmente em relação ao modo como os marcadores sociais de classe e geração aparecem na polarização entre uma “fixidez” e uma “fluidez” de gênero no campo político. O material utilizado nesta análise é composto por observações de encontros ativistas, entrevistas com lideranças do movimento e observações do ativismo na internet. Organizo a análise a partir de situações de conflito, nas quais dois encontros são de especial interesse: o XVI Encontro Nacional de Travestis e Transexuais (2009) e o I Encontro Nacional de Homens Trans (2015), momentos marcados pela disputa em torno das categorias identitárias em questão.

Leave a Reply

Your email address will not be published.